08202019Ter
Última atualizaçãoSeg, 10 Dez 2018

slot

Eventos

Empresas Parceiras

icon Facebook-logo-v2-tmpgicon Google Plus logoicon Twitter logoicon youtube-logo-transparent

Previsão do tempo

Porto Alegre, RS

Umidade:
Vento: em


/


/


/


/
KWeather is powered by Kaleidoscoop

Our partners

Our partners

  • ja-news-1
  • ja-news-2
  • ja-news-3

Mais Jesus, menos religião

Quando ouvimos nos cultos (ou missas para quem não é discípulo de Jesus ainda), que vamos fazer a leitura do livro deMalaquias 3, viciosamente, a igreja liga em sua mente que chegou a hora de se falar dos dízimos e ofertas.

O Livro do Profeta Malaquias ficou muito conhecido nos dias de hoje por causa dos dízimos e ofertas, um tema que  ainda é muito polêmico na cultura cristã brasileira. É muito debatido e exaustivamente reforçado em nossos púlpitos. Contudo, gostaria de levar o amigo leitor a refletir num estudo que antecede estes versículos tão famosos da Bíblia. Aqui não vamos falar de dízimos.

Hoje vamos meditar no que o Profeta Malaquias tem a nos falar sobre JESUS, isso mesmo, JESUS, a maior oferta de Deus para a humanidade!!! (acredita-se que o mensageiro Malaquias, mais que Neemias, tenha escrito estas profecias deste livro entre o fim do séc. IV e meio do séc V a.C).

Vamos ler?

“EIS que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; e de repente virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais; e o mensageiro da aliança, a quem vós desejais, eis que ele vem, diz o Senhor dos Exércitos.

2  Mas quem suportará o dia da sua vinda? E quem subsistirá, quando ele aparecer? Porque ele será como o fogo do ourives e como o sabão dos lavandeiros.

3  E assentar-se-á como fundidor e purificador de prata; e purificará os filhos de Levi, e os refinará como ouro e como prata; então ao Senhor trarão oferta em justiça.

4  E a oferta de Judá e de Jerusalém será agradável ao Senhor, como nos dias antigos, e como nos primeiros anos.

5  E chegar-me-ei a vós para juízo; e serei uma testemunha veloz contra os feiticeiros, contra os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que defraudam o diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o direito do estrangeiro, e não me temem, diz o Senhor dos Exércitos.

6  Porque eu, o Senhor, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos.

O mensageiro de Jesus

Naquele tempo, o povo de Israel murmurava entre si de que não havia diferença entre quem servia a Deus e de quem não servia a Deus. “Onde está o Deus do Juízo”. Era uma reclamação pertinente à vista dos olhos humanos. Ora, como podemos ver um ímpio prosperando, mesmo sendo eles rebeldes, blasfemadores, omissos e infrutíferos, em nada sofrendo, enquanto que os fiéis, aqueles que adoravam incansavelmente a Deus sofriam sem fim? Ora, isso não parecia ser justo!!

Obviamente, que o Senhor não os deixaria sem respostas, ainda que entre o povo de Israel haviam muitos impuros também, Deus não mudou a aliança que fizera com Abraão, Isaque e Jacó. Ele não mente. Ele não mudou. E, sua Palavra deveria sim fazer sentido. Ele disse:

1  EIS que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; e de repente virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais; e o mensageiro da aliança, a quem vós desejais, eis que ele vem, diz o Senhor dos Exércitos.(vs 1)

2  Mas quem suportará o dia da sua vinda? E quem subsistirá, quando ele aparecer? Porque ele será como o fogo do ourives e como o sabão dos lavandeiros. (vs 2)

Bom, já dá para perceber que o SENHOR não está para brincadeiras. O plano Dele é purificar, lavar, regenerar, limpar, varrer, sacudir, transformar e abalar a terra com a restauração do Seu Reino.

Neste tempo de Malaquias, O Senhor estava falando ao povo sobre um mensageiro, sabe quem era ele? João Batista. Ele abriria o caminho para JESUS!!! Vamos confirmar lá em Mateus, 11:

“Mas, então que fostes ver? um profeta? Sim, vos digo eu, e muito mais do que profeta; 10  Porque é este de quem está escrito: Eis que diante da tua face envio o meu anjo,que preparará diante de ti o teu caminho.

11  Em verdade vos digo que, entre os que de mulher têm nascido, não apareceu alguém maior do que João o Batista; mas aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele. 12  E, desde os dias de João o Batista até agora, se faz violência ao reino dos céus, e pela força se apoderam dele. 13  Porque todos os profetas e a lei profetizaram até João.

Todas as religiões levam a Deus?

Amigo leitor, nestas primeiras linhas, acredito que já dê para se fazer uma boa reflexão acerca da vontade de Deus para o seu povo. Ele deseja purificar da mente de seu povo (e da humanidade também) aquela velha ideia das religiões, nas quais os valores que se dão às práticas religiosas pela busca de alguma divindade através de suas cerimônias e rituais representam algo importante para a espiritualidade do ser humano, e, isto é fundamental para a vida. Ser religioso é fundamental para a vida? Qual seria a religião de Jesus? Israel era uma religião ou uma nação? Quem deu nome a este País? Este é um ponto fundamental para o nascimento da religião, pois se há uma coisa que é certa, é esta:  que não foi Deus quem criou a religião. Ele criou e fundou Israel, um povo, uma nação que Ele resolveu amar, e ponto(Mal. 3: 6). É o que intrigam-se os mais céticos, afinal que amor é este? Todavia, Deus sempre tem as respostas em Sua Palavra. Por exemplo, somente aqui neste trecho da Bíblia, o SENHOR explica que os ímpios não prosperarão para sempre, o povo de Deus sim. (Mal. 3:17).

Diz um ditado popular que “todas as religiões levam a Deus”. Até que há uma gota de “verdade” nisso, pois TODOS, tanto religiosos como adoradores, todos chegarão diante de Deus um dia, no Juízo Final. E, Naquele Dia, uns serão separados para a direita e outros para a esquerda. No mundo cristão não temos o objetivo de magoar, nem ferir pessoas, pois não temos inimigos humanos. No entanto, é necessário questionar as instituições religiosas do século 21. Deus NÃO é Deus de “mortos”. Ele só exala VIDA!! É necessário bradar das mais altas torres, montes ou vales que a humanidade não precisa de religião, precisa de JESUS! Mais Jesus, menos religião por favor!!!

As religiões se nos apresentam como soluções e respostas que são frutos da necessidade espiritual do ser humano. Mas, elas não fazem sentido algum para algo que é o mais importante: “O reino dos céus”. Não existem várias religiões para se chegar lá! Para entrar no reino dos céus, não existem vários conceitos, nem várias filosofias, nem várias divindades, nem vários símbolos, deuses, deusas ou vários santos; nem várias devoções, nem vários altares. Para se alcançar o “reino dos céus” não há necessidade de vários gurus,  nem de várias respostas, nem várias teologias, nem várias doutrinas, nem várias denominações, nem várias sinagogas, nem vários templos, nem várias igrejas, nem várias adorações, nem vários caminhos, etc. Para se ter acesso a Deus só vale JESUS! Os deuses das religiões com todos os seus ritos não salvam, mas o DEUS da adoração sim. Ele tem um plano de salvação, e isto faz sentido para a vida! É mais inteligente conhecer este plano de vida eterna, a ignorá-lo pelo orgulho da morte eterna . Os olhos do Senhor estão em todo lugar, observando os maus e os bons!

O que diz o Apóstolo Paulo, em I Coríntios 10, acerca da idolatria pagã (e, isso não é apenas para Judeus):

19  Mas que digo? Que o ídolo é alguma coisa? Ou que o sacrificado ao ídolo é alguma coisa? 20  Antes digo que as coisas que os gentios sacrificam, as sacrificam aos demônios, e não a Deus. E não quero que sejais participantes com os demônios. 21  Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios; não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios. 22  Ou irritaremos o Senhor? Somos nós mais fortes do que ele?

Na verdade, na verdade, esta palavra é para quem ainda NÃO abriu mão de sua religião para ser salvo. Aqui está uma ótima oportunidade de conhecer a verdade. Ela libertará você das correntes das trevas para a luz (JESUS). O que fazer? Inverter o caminho do escuro para o brilho; do engano para a verdade; da morte para a vida!! O nome disso é “conversão” para a estrada do céu. Tire o pé do caminho obscuro. Siga o caminho da Cruz! Não olhe para trás. Na história de Sodoma e Gomorra, a ordem de Deus era saiam daí, nem olhem para trás. A mulher de Ló olhou para trás e ficou para trás, virou uma estátua de sal. Morreu. No deserto, o povo de Deus, aquele que sentiu saudades da religião não conquistou a Terra Prometida, a Canaã. No século 21, depois destas lições, você não pode olhar para trás, não pode sentir saudades da religião, senão você irá errar o caminho da vida e não verá a Nova Jerusalém, a igreja do futuro. (mas sobre a igreja do futuro, falaremos num artigo seguinte)…

Sobre religião, a Bíblia deixa bem claro no mínimo o seguinte ensino: “Se alguém entre vós cuida serreligioso, e não refreia a sua língua, antes engana o seu coração, a religião desse é vã. A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo.(Tiago 1:26-27). O mundo está cheio de órfãos e repletos de viúvas por conta da impiedade dos homens mais religiosos do planeta. O mundo precisa do reino de Deus e de Sua justiça, não de religião. 

A religião impõe vários caminhos humanos, mas Jesus não é nenhum destes caminhos humanos. Jesus não é um caminho qualquer, nem uma verdade qualquer, nem qualquer vida, mas Ele é “O” Caminho planejado por DEUS. Ele é “A” verdade, e Ele é “A” vida.  Todos os seguidores de Jesus, disso não têm dúvidas. É isto o que, exatamente, faz a diferença, entre quem serve e quem não serve a Cristo. O povo NÃO ficou sem a resposta de Deus. Ora, O Salvador viria!! O Mensageiro João Batista fez a parte dele, saiu de cena e JESUS chegou! João Batista batizou, nós amamos este profeta, mas ele não salvou ninguém!!! SÓ JESUS CRISTO SALVA, entende amigo leitor?

A diferença entre quem serve e quem não serve a Deus

Agora esta mensagem de Malaquias é para crentes. Está escrito:

“Vós tendes dito: Inútil é servir a Deus; que nos aproveita termos cuidado em guardar os seus preceitos, e em andar de luto diante do Senhor dos Exércitos? 15  Ora, pois, nós reputamos por bem-aventurados os soberbos; também os que cometem impiedade são edificados; sim, eles tentam a Deus, e escapam.

16  Então aqueles que temeram ao Senhor falaram freqüentemente um ao outro; e o Senhor atentou e ouviu; e um memorial foi escrito diante dele, para os que temeram o Senhor, e para os que se lembraram do seu nome.

17  E eles serão meus, diz o Senhor dos Exércitos; naquele dia serão para mim joias; poupá-los-ei, como um homem poupa a seu filho, que o serve. 18  Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, e o que não o serve.

João Batista falou aos seus discípulos: “Convém que Ele (Jesus) cresça, e que eu diminua. (João 3:30).

Só um detalhe irmãos: não podemos usar este único versículo como pretexto para pregarmos a “doutrina” da preguiça ou da omissão ou da esterilidade espiritual. Você é uma testemunha de Jesus!! Você tem uma missão, independentemente do tempo de crente que você tem, e, independentemente do seu título ou cargo na igreja, vc tem a missão de falar de JESUS. A parte que nos cabe é fazer o nome de JESUS conhecido, e, isso não faz em silêncio, calado, escondido ou dormindo! Não tem desculpa. Se o seu poço está cheio de água, compartilhe desta água com alguém. Dê de beber a quem tem sede. Se a sua mesa está farta e cheia de pão, compartilhe, dê de comer a quem tem fome! É necessário sair da religião para servir a Cristo e fazer o seu nome grande. É necessário fazer o nome de JESUS MUITO GRANDE! Esta é a nossa parte, esta é a nossa missão até que sejamos arrebatados (visão pré-tribulacionista)!! Mas, como fazer isso acontecer com uma atitude omissa, infrutífera e passiva diante dos desafios do evangelho neste mundo? Há religiosos nas igrejas evangélicas?

Religião ou Adoração?

A Bíblia é equilibrada, por isso Jesus também falou: “Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto” (João 15:2).
João cumpriu a parte dele até que Jesus assumisse o batismo (se bem que Jesus não batizava, e sim os seus discípulos, João 4), agora nós precisamos assumir as nossas posições, até que o Noivo venha!! Sejamos abundantes, firmes e constantes para que o espírito da omissão e da esterilidade não nos afaste da videira que é Jesus, amém amados?

Então se vc prega (desde que vc esteja na plantado videira Jesus), continue a pregar, se é serviço o seu carisma(dom), sirva, se é cantar, cante, se é interceder, interceda, se é evangelizar, evangelize, se é tocar, toque, se é escrever, escreva, se é aconselhar, aconselhe, se é liderar, lidere, se é profetizar, profetize, se é ensinar, ensine, irmãos!… Se sua missão é pastorear, não fuja disso; se Deus entregou a vc o dom de trabalhar como apóstolo, exerça o ministério apostólico; se vc foi chamado para missões, não faça como Jonas, faça como Paulo.
Irmãos, na verdade, na verdade, lhes digo isso: não há desculpa para ficar sentado, só recebendo pastagem, tornando-se obeso espiritual ou omisso ou passivo para todos aqueles que são discípulos de Jesus, e que têm a missão de fazer o NOME DE JESUS BEM GRANDE até os confins da terra! Uma reflexão para a igreja do século 21 é esta: para Jesus o que era mais importante, um sistema de um monte de coisas ou o amor sem burocracias?

John C. Maxwell, baseado no livro de João, em seu livro 21 de Poder na Vida de um Líder, certa vez disse que “não somos poços, somos rios”. Como rios que levam a Água da Vida (JESUS), a todos àqueles que têm sede espiritual.

Reflexão

Você tem o orgulho de defender a sua religião ou tem a humildade de adorar e de se relacionar com Jesus?

Conclusão

Durante a leitura, levamos você a refletir sobre uma grande diferença, um grande abismo que há entre a RELIGIÃO com todos os seus sacrifícios e méritos, e a ADORAÇÃO com o mérito apenas de Jesus. Na religião, o homem alcança honras através de seus próprios méritos. Na adoração, Jesus conquistou e trocou tudo na Cruz por você. Ele já honrou você! Seus esforços e fadigas não serão mais necessários, nem importantes. Somente o preço da Cruz é que vale tudo. Na religião há muitos atravessadores, na adoração existe apenas você e Deus se comunicando e gerando confiança Nele (em nome de Jesus, o único meio que facilita essa relação).

Não se pode escrever muito mais sobre isso aqui, o espaço mais adequado não é este, mas espero que com esta leitura dinâmica, o amigo resolva aprofundar o conhecimento sobre este assunto, através da Bíblia e de outros livros evangelísticos (não religiosos). Concluo, no entanto, que nenhuma tradição ou ritual vale mais do que a salvação em Jesus! Menos religião, mais JESUS! A religião é um presídio, Jesus é a liberdade! Adore a Jesus e seja livre para sempre!!!

Claudio Santos

Fique por dentro!

Músicas

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses