05222018Ter
Última atualizaçãoQui, 26 Abr 2018

slot

Qual o seu chamado?

"Ide por todo o mundo e pregai o evangelho de Cristo!" Este é o chamado de todo cristão! A partir do momento em que você confessa Cristo como Senhor e Salvador você pode e deve cumprir o “Ide”. Mas como?

Muitos cristãos acham que para fazer “missões” precisam deixar tudo e todos e pregar o evangelho em outra nação, num mundo muito distante da sua realidade atual, mas não é isso! é possível ser missionário na sua casa, na rua, no seu trabalho e inclusive nas redes sociais. Você só precisa saber de Deus qual é o seu chamado!

Uma coisa é fato: A seara é grande e poucos são os ceifeiros, e isso porque muitos querem fazer as mesmas coisas (geralmente as obras em que possam se “destacar”). Aí sobra de um lado e falta de outro, mas para cada um, Deus tem um chamado diferente, tanto na Igreja como fora dela. "Uns são chamados para pastores outros para mestres, etc".

Seu chamado pode ser ficar em casa cuidando bem dos seus filhos para que um dia eles possam se tornar pastores e missionários pelo mundo. Ou talvez seja, por meio do exercício da sua própria profissão e influência que exerce na sociedade em que vive.

Existem muito mais empresas no mundo do que igrejas! então hoje a seara é realmente muito grande e poucos são os ceifeiros que estão dispostos a servir. O mundo precisa ver a diferença de quem serve e quem não serve ao Senhor!

Para isso temos que “Fazer a diferença”! Se você é chefe seja um bom líder! Se é subordinado seja obediente, pois toda autoridade é constituída por Deus! E Ele te abençoa pela sua obediência.

Você pode impactar muitas vidas com a sua arte, música, com a moda e até sendo um influenciador digital para disseminar a cultura do reino dos céus e o estilo de vida e valores cristãos para jovens.

Mas antes de tudo, você precisa buscar de Deus a resposta sobre o seu chamado. E se você já sabe qual o seu chamado, o que tem feito com relação a ele? Você tem cumprido o seu chamado ou fugido como Jonas?

Acredito em uma triologia composta pelos dois primeiros mandamentos e o ide de Cristo:

- Amar a Deus sob todas as coisas! Mais do que a sua família e profissão
- Amar ao próximo como a ti mesmo
- Ide e pregai o evangelho para toda criatura!

Muitas pessoas, situações e principalmente decisões, podem atrasar o seu chamado, então desde a escolha da sua profissão, emprego, até a escolha da pessoa com quem você vai se casar, tudo deve ter a direção de Deus! Porém, nem mesmo seus pais, marido ou esposa, podem te ajudar com relação ao seu chamado. É algo individual assim como a nossa salvação. Não é possível terceirizar o seu chamado!

Os planos de Deus são muito maiores do que os nossos e não se pautam pelas condições da economia, política ou mercado. Se Deus quiser te abençoar com o seu chamado / profissão, Ele fará isso mesmo em tempos de crise!

 

Ps: Este vídeo foi apresentado por Jonh Bevere na Conferência Profética, realizada em dezembro na Igreja Bola de Neve Sede em SP.


Deus não responderá suas orações exatamente como você quer, diz Billy Graham

Quando as orações ficam sem resposta, muitos crentes podem começar a se perguntar se Deus está realmente ouvindo suas súplicas.

Os cristãos têm visto o poder da oração e sabem que Deus ainda se move, mas por que Ele parece não responder a alguns pedidos específicos?

Um leitor perguntou ao Rev Billy Graham no site oficial de sua organização evangelística, nos EUA: "Admito que fico chateado quando Deus não responde às minhas orações do jeito que eu penso que Ele deveria fazer. Ele está me punindo por algo que eu fiz, quando se recusa a responder às minhas orações?".

O evangelista respondeu à pergunta do leitor, propondo um olhar mais amplo sobre o contexto em que se dá a relação entre a humanidade e Deus.

"Se nos recusamos a nos arrepender de nossos pecados e buscarmos o perdão de Deus pelo que fizemos de errado, por que deveríamos esperar que Deus respondesse às nossas orações? Na verdade, se fazemos desta forma, estamos O tratando com desprezo, e não estamos buscando honestamente a Sua vontade enquanto oramos. A Bíblia diz: 'os vossos pecados encobrem o Seu rosto de vós, para que não vos ouça'. (Isaías 59:2b)", alertou Graham.

O evangelista também explicou que tratar esta questão com um olhar extremista não resolverá o problema. Ele explicou que enquanto as orações do ser humano serão respondidas por Deus, é preciso que o homem analise a si mesmo para não viver em conformidade com o pecado.

"Isso significa que precisamos ser perfeitos antes que Deus responda às nossas orações? Não. Afinal, ninguém é perfeito. Mas isso significa que devemos examinar nossas vidas e ter certeza de que não estamos nos apegando aos nossos pecados, mas sim nos voltando para Jesus Cristo, buscando o perdão que precisamos", disse. "Você abriu seu coração e vida para Ele? Caso não o tenha feito, a sua primeira oração precisa ser pedindo a Cristo para entrar em sua vida como seu Salvador e Senhor".

Graham também explicou que a conversão ao Evangelho não implica na garantia da realização de todos os desejos que o cristão tiver. O pastor lembrou que as respostas de Deus serão dadas de acordo com o que Ele entende que é melhor para aquele tem orado.

"Será que Deus então responderá todas as suas orações exatamente do jeito que você quer? Não. Ele não vai fazer assim. Mas a razão é porque Deus sabe o que é melhor para você e, em vez de 'sim', às vezes Sua resposta é 'não' ou 'espere'. Podemos não gostar disso, porém mais tarde perceberemos que Ele estava certo e nós é que estávamos errados", destacou.

Graham justificou a perfeição das decisões de Deus, explicando que Suas respostas às orações das pessoas se baseiam em uma visão completa da situação e não em pontos de vista limitados como o do ser humano.

"Lembre-se: Nós conseguimos ver apenas parte do quadro, mas Deus vê tudo. E porque Ele nos ama, podemos confiar que Ele sempre responderá às nossas orações de acordo com o que Ele sabe que é melhor para nós. Mesmo quando Ele diz 'não'. As palavras da Bíblia são verdadeiras: 'O caminho de Deus é perfeito; a palavra do Senhor é provada; é um escudo para todos os que nele confiam'. (Salmo 18:30)", finalizou.

"Você não pode dizer que Deus está em silêncio se sua Bíblia está fechada", diz atriz cristã

Sadie Robertson ficou conhecida no Brasil ao participar do filme “Deus não está morto 2”. Agora, ela se prepara para estar mais uma vez nas telonas, no filme “I’m not Ashamed” que conta a história de Rachel Scott, a primeira vítima do massacre de Columbine em 1999. Apesar de não ser a protagonista, Sadie desenvolve um personagem importante na produção.

Não há nada que as pessoas possam esconder de Deus, porque Ele é onisciente e todo-poderoso. Mas Sadie Robertson confessou que ela tentava manter escondida uma coisa em sua vida de oração. "Eu fazia isso porque eu estava com medo", escreveu em sua conta Instagram.

Sadie não chegou a revelar que “coisa” ela escondia de Deus, mas disse que tentava fazer isso porque estava com medo de falhar. "Eu pensei que talvez eu estivesse fazendo um bem a mim e a Deus em simplesmente não mencionar isso. E essa atitude só criou uma divisão entre eu e meu Criador", disse ela.

"Havia algo entre nós, impedindo nosso relacionamento, porque eu não confrontava meu problema". Segundo a atriz, quanto mais tempo ela guardava esse segredo de Deus, mais pesado ele ficava. Logo, Sadie disse que ela criou mentiras para esconder sua verdade. Ela chegou a acreditar que não precisava mais orar pelo tal segredo.

Bíblia fechada?

Felizmente, ela disse que recebeu um chamado pessoal de Deus. "A vida me deu um tapa na cara e antes que eu pudesse bater de volta, eu me encontrei gentilmente abrindo as páginas da Bíblia e vendo toda a verdade que eu precisava saber há tanto tempo", disse ela.

"Você não pode dizer que Deus está em silêncio se sua Bíblia está fechada", disse ela que também aceitou o fato de que Deus ainda a ama, não importa o que sejam seus pecados. "Vocês podem ter medo de Deus, porque vocês o vêem como 'juiz'. Eu quero oferecer-lhe outros nomes para Ele. O caminho, a Verdade, a Vida, a rocha, amor, paz, o Criador, soberano, Ele é a força quando somos fracos, Ele é o começo e o fim", disse ela.

A atriz acrescentou que Deus a usou em seus momentos mais fracos, e transformou sua dor em propósito. "Ele sempre me mostrou a redenção, então, hoje, se você fez um nome para quem Deus é, mas nunca abriu a Bíblia para ver ou pediu para receber, quero desafiá-lo a fazer isso. Paz", disse ela.

Sadie desenvolveu uma paixão em compartilhar a Palavra de Deus. Ela disse anteriormente ao Tampa Bay Times que está considerando ir para o seminário. "Ministério é o que eu realmente quero fazer, é a minha alegria na vida", contou.

Fonte: Guia-me

É errado gostar de duas pessoas?

Estou gostando de duas pessoas ao mesmo tempo e me sinto muito mal por isso. O que devo fazer?

Quando você começar a pensar em casamento, você vai querer construir um relacionamento com base na fidelidade e no compromisso. Embora você esteja falando de um namoro, este princípio se aplica da mesma maneira.

Em vez de tentar escolher uma pessoa, se concentre em conhecer as duas. Não esteja com o foco no namoro, mas passe tempo com cada uma delas e desenvolva uma amizade.

Você poderá aprender mais sobre cada pessoa e descobrir qual delas mais se identifica com você. No entanto, eu não recomendo que você inicie um relacionamento físico — um beijo pode confundir mais as coisas.

O mais importante é você nunca deixar de buscar em Deus quais são os planos Dele para sua vida. O namoro é o caminho para o casamento. Uma escolha de casamento errada pode destruir muitos desses planos.

Tim Stafford

Pastor fala aos pais de filhos desviados: "Eles escapam de você, mas não de suas orações"

O pastor e evangelista Greg Laurie ofereceu conselhos a pais cujos filhos estão se rebelando ou já abandonaram a fé cristã, revelando que seus próprios filhos também se desviaram por algum tempo, como ilustrado na parábola do filho pródigo, na Bíblia.

"Mesmo quando criadas em bons lares, os filhos às vezes se rebelam ou até mesmo se desviam - e os pais sentem que de alguma forma fracassaram", escreveu Laurie, que lidera a Igreja 'Harvest Christian Fellowship', na Califórnia.

"Meus próprios filhos tiveram momentos pródigos em suas vidas, ambos se afastaram da fé cristã por algum tempo, mas nós nunca desistimos deles e ambos voltaram para Cristo", acrescentou, referindo-se a Christopher e Jonathan Laurie.

O pastor observou que Jesus lembrou a história do filho pródigo, que foi contada por Jesus e registrada no Evangelho de Lucas.

"Havia um pai que tinha dois filhos, o filho mais novo veio ter com ele e pediu sua porção da herança, e não demorou muito para que aquele menino tivesse gasto toda sua fortuna com prostitutas, embriaguez e todo tipo de coisas", destacou.

Ele prosseguiu: "Um dia, o filho, morrendo de fome, infeliz e quebrado, volta para casa. O pai viu o filho e começou a correr em direção a ele, jogando os braços ao redor dele, dizendo: 'Este meu filho estava morto e está vivo novamente, ele estava perdido e foi encontrado". (ver Lucas 15: 11-24)."

Laurie disse que um ponto importante na história é que o menino foi criado em um lar amoroso, estruturado, mas ainda assim se rebelou.

"Isso pode acontecer. Se você tem um filho que se tornou pródigo, permaneça fiel às suas crenças. Se mantenha no Caminho. Quando meu filho, Christopher, estava em sua fase pródiga, ele sempre soube que eu me importava com ele. Eu mantive a comunicação aberta mesmo que ele não quisesse se abrir comigo. Ele sempre soube que eu o amava", disse ele.

O evangelista disse que os pais podem enfrentar momentos muito difíceis, quando seus filhos se recusam a falar com eles, e não querem ouvir sobre a fé de seus pais. Mas reforçou que a persistência e a fé nesses momentos têm valor inestimáveis.

"Mas não desista - nunca devemos desistir de nossos filhos. Continue orando por eles", aconselhou. "Ouçam isto: seus filhos podem escapar de sua presença, mas eles nunca podem escapar de suas orações".


Luto
Christopher morreu há oito anos em um acidente de carro, enquanto estava a caminho da igreja. Segundo o pastor Greg Laurie, aquele foi o dia "mais duro" de sua vida.

"Agora os aniversários são difíceis, o Natal é difícil, a Páscoa é difícil. É incrível como cada ocasião está carregada de memórias que não sabíamos que tínhamos", escreveu Laurie em janeiro.

"Se eu pudesse, traria meu filho de volta em um piscar de olhos, mas não tenho essa capacidade, é claro. Então, eu simplesmente digo: 'Senhor, eu não quero desperdiçar minha dor. Eu a uso para a Sua glória. Há um monte de pessoas feridas lá fora e eu sei o que elas estão passando", acrescentou ele sobre ajudar os outros a lidar com a sua própria dor de perder um ente querido.

Fonte: Guia-me


Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses