11222017Qua
Última atualizaçãoSeg, 20 Nov 2017

slot

Notícias

Preso por ler a Bíblia, ex-muçulmano tem visão de Jesus e passa a liderar grupo de estudos

Um homem muçulmano chamado Hamid encontrou Jesus através do testemunho de seu irmão. Quando Hamid ouviu o Evangelho, ele aceitou Jesus em sua mente, mas seu coração teve uma certa lentidão para experimentar a plenitude do amor de Deus. Ele era tímido quando se tratava de sua nova fé e temia compartilhar ela com os outros.

Ele e seu irmão começaram a se encontrar com um jovem cristão chamado Dennis, que os ajudou a crescer espiritualmente. "Dennis desafiou cada um dos homens a passar um tempo calmo com o Senhor e a ouvir o que Ele poderia dizer a eles através da Palavra. Eles nunca aprenderam nada assim no Islã, na verdade demoraram para aquecer a prática espiritual", diz o artigo do site Frontiers.

"Durante muitos meses, Hamid e os outros sentiram que não estavam ouvindo nada de Deus". Um dia, Hamid sentou-se em um parque onde lia a Bíblia. Os policiais o viram e começaram a repreendê-lo. ele foi levado para a prisão. Hamid estava com medo. "Ele sentiu-se miserável enquanto se deitava tremendo no chão frio da cela".

Então aconteceu algo incrível. Ele teve um sonho de que Jesus se aproximava dele no meio da noite, o abraçava e colocava um cobertor sobre ele. Hamid despertou na manhã seguinte, sentindo uma sensação de paz nas profundezas de sua alma. Pela primeira vez em sua vida, ele sentiu que o amor de Deus o tinha tocado pessoalmente.

Então ele ficou assustado com algo que desafiou todas suas ideias. Ele estava com um cobertor, o mesmo Jesus havia dado em seu sonho. Não havia manta na cela quando ele adormeceu. Quando os guardas o encontraram com o cobertor, ficaram surpresos e assustados. Eles libertaram Hamid e ele voltou para casa.

Na noite seguinte, Hamid teve outro sonho. Desta vez, Jesus disse-lhe para compartilhar o Evangelho com as duas primeiras pessoas que veria no trabalho na manhã seguinte. "No passado, isso teria deixado Hamid com medo. Ele nunca havia compartilhado a mensagem de Jesus com ninguém. Mas naquela manhã ele acordou confiante de que poderia fazer isso. Ele sabia que não tinha nada a perder. Estar na prisão fez com que ele entendesse que Cristo está sempre com ele, e seu amor perfeito lança o medo", ressalta o artigo da Frontiers.

Mesmo que compartilhar as boas novas causasse mais perseguição a Hamid, ele percebeu que a presença do Senhor seria mais que suficiente para sustentá-lo. O ex-muçulmano obedeceu ao comando do Senhor e compartilhou o Evangelho junto com sua história com dois colegas de trabalho, e imediatamente eles acreditaram em seu relato.

"Nas semanas seguintes, Hamid começou a estudar a Bíblia com eles e os ensinou a ser discípulos de Jesus. A experiência encorajou Hamid e os outros crentes. Eles começaram a compartilhar o Evangelho com mais coragem", diz o texto. "Hamid já iniciou sete novos grupos de estudo da Bíblia", afirma Dennis. "Quase 40 homens e mulheres se tornaram seguidores de Cristo só no ano passado". Através da perseguição o Senhor mudou a vida de Hamid e o transformou em testemunho ousado de Cristo.

Fonte: Guia-me


"Há avivamento após o arrependimento", diz pastor que perdoou esposa grávida de outro homem

O pior pesadelo de um cônjuge é saber que sua alma gêmea possa ter um caso com outra pessoa. Foi exatamente o que aconteceu com o pastor Bob quando um jovem de sua igreja começou a investir pesado em sua esposa, Audrey. Apesar de suas convicções de que nunca ela se envolveria com outra pessoa, Audrey teve um caso sexual com o homem.

"Como pastor eu vi que esse jovem só precisava de alguma orientação. Nós o convidamos para fazer parte de nossas atividades familiares", disse Bob. "Ele começou a fazer tudo pela gente", disse Audrey. "Quanto mais ficávamos juntos, mais ele me elogiava e dizia: ‘Você é tão linda em todos os sentidos, eu queria encontrar uma garota tão bonita quanto você’. Apesar disso, nada havia acontecido", disse ela.

"O pecado leva a gente para mais longe do que imaginamos. Esse pequeno toque da mão me eletrificou de alguma forma e eu queria mais daquilo. O pecado nunca está satisfeito. Eu tive um caso sexual com esse rapaz por três semanas e eu sabia que não poderia continuar", ressaltou.

A verdade

Foi quando Audrey decidiu contar tudo ao seu marido. "Eu disse toda a verdade". Bob complementou: "Minha mente começou a ficar inundada com imagens desse rapaz". E as coisas não acabaram aí. Audrey ficou grávida do rapaz. "Naquele dia, eu não pensei que poderia enfrentar tudo. Eu senti que tinha explodido toda a minha família", diz Audrey.

"Eu gritei para Deus: ‘você vai me perdoar?’ Eu fui para Bob e disse e perguntei se ele poderia encontrar em seu coração algum motivo para me amar de novo". Bob continua: "Eu sabia que tinha de perdoá-la. O perdão foi um processo para mim. Mas juntos escolhemos Deus", colocou. "Estávamos esperando que Ele pudesse nos resgatar, minha família e meus filhos".

Prova do perdão

Após o nascimento do bebê, Bob resolveu dar seu nome para o garotinho. “Eu dei-lhe meu nome, 'Robert'. Eu não quero que o meu filho pergunte de quem ele é. Ele é meu filho agora", disse Bob.

"O fato de ele ter seu nome mostra uma aceitação completa", ressalta Audrey. "É um vislumbre do que Deus faz por nós. Ele não só nos aceita, não só nos perdoa, mas Ele nos dá Seu nome e redime a nossa vida". Bob pontua: "Há um avivamento após o arrependimento".

Confira o testemunho do casal (em inglês):

Fonte: Guia-me

 

Renato Cardoso, genro de Edir Macedo, é o novo comandante da Igreja Universal

A Igreja Universal, uma das maiores redes de igreja do mundo, está passando por uma reestruturação no seu comando. Com isso, anuncia-se a chegada de Renato Cardoso (na foto ao lado da esposa e filha de Edir Macedo, Cristiane Cardoso) ao posto de comandante geral da igreja em todo o planeta, atrás apenas de Edir Macedo que é o dono.

Com essa chegada, o bispo de 45 anos, que é genro de Macedo, já começou a trocar algumas peças na igreja, a começar pelo “afastamento” daqueles que, eventualmente, poderão atrapalhar o seu governo.

Uma das primeiras ações de Renato foi tirar Honorilton Gonçalves do comando da Igreja Universal de Salvador, sendo transferido para a África. Isso ocorreu porque o bispo em questão tinha fama de questionador, e costumava emitir opiniões acerca das decisões tomadas internamente, algo que poderia desmoralizar Cardoso em algum momento, que preferiu não correr esse risco.

A transferência de Honorilton Gonçalves para a África não é um sinal de desprestígio, diferentemente de sua ida para Salvador, em 2013, quando foi afastado da vice-presidência artística da Record, cargo que ocupou durante quase uma década. Na época, esperava-se que ele assumisse uma posição de maior poder dentro da igreja.

Segundo membros da Universal, Gonçalves está indo para fora do Brasil justamente para ficar longe do centro de decisões da igreja, para deixar Renato Cardoso trabalhar em paz. Ele tem fama de contestador. Sua transferência, bem como a de Clodomir Santos, é mais uma movimentação no jogo de xadrez do poder dentro da Universal do que um castigo. Também serve para mostrar que quem manda agora é Cardoso.

O bispo Clodomir Santos foi mandado para os Estados Unidos, devendo cuidar de todas as igrejas por lá. A mudança foi anunciada pelo próprio Edir Macedo, em uma conferência feita com os lideres de todas as igrejas no Brasil.

Nova igreja

A nomeação de Renato Cardoso para a segunda posição mais importante da Igreja Universal já vinha sendo preparada desde maio do ano passado. Para fontes ouvidas pelo Notícias da TV, ele representa uma nova fase para a igreja.

Aos 45 anos, Cardoso é visto como um pastor moderno, que troca o discurso dogmático pelo apoio espiritual prático, aconselhando casais, por exemplo, como faz com sua mulher, Cristiane Cardoso, filha de Edir Macedo.

Esses aspectos também são apontados como seus pontos fracos. O fato de ser parente de Macedo pode se tornar uma fragilidade, algo que pode fazer sua liderança ser questionada _o que justifica ainda mais a transferência de Honorilton Gonçalves para a África.

Cardoso também é criticado por pastores mais tradicionais por causa de seu “estilo”  arrojado (ele não usa gravata, por exemplo) e por não ter uma história de vida marcada pelo sofrimento.

Procurada, a Igreja Universal, via assessoria de imprensa, não confirmou nem negou as mudanças em sua cúpula.

Fonte: Folha Gospel Noticias da TV

Pastor é sequestrado e queimado vivo com as mãos amarradas, na África

O corpo de um pastor sul-africano foi encontrado totalmente queimado com as mãos amarradas para trás de suas costas em uma pequena cidade agrícola próximo a Joanesburgo, a maior cidade da África do Sul. O corpo de Martin Beneke, de 45 anos, pastor sênior e fundador da Life in Christ Network, foi descoberto em Magaliesburg na segunda-feira (16). A Rede Life in Christ confirmou a morte do pastor em uma publicação no Facebook, nesta quarta-feira.

"É com muita tristeza que devemos informar a todos que o fundador e pastor principal da LICN, Pastor Martin, faleceu na segunda-feira, 16 de outubro de 2017", diz o comunicado. "Ainda há tantas questões que temos de responder, mas confiamos no processo. Obrigado a todos e cada um que apoia sua esposa, suas filhas e sua família. Agradecemos".

O porta-voz da polícia, sargento Mpho More, disse à mídia que a descoberta do corpo de Beneke foi feita por um fazendeiro local que notou a fumaça enquanto viajava por uma estrada de cascalho em sua fazenda. O site Roodereport Record informa que quando o fazendeiro foi investigar a fumaça, ele encontrou o caminhão em chamas e um corpo queimado.

Sequestrado

A polícia de Gauteng anunciou que o corpo de Beneke foi encontrado com as mãos amarradas atrás de suas costas. Ele havia sido sequestrado. "Ele foi sequestrado e encontrado morto em uma fazenda em Magaliesburg ontem", disse o porta-voz da polícia de Gauteng, Kay Makhubela, em um comunicado, de acordo com o Times Live.

"As mãos do homem estavam amarradas atrás de suas costas e seu corpo foi queimado. Ele e seu carro foram encontrados por um fazendeiro na área e seu carro estava queimando. Até agora nenhuma prisão foi feita. Ele foi relatado como desaparecido na segunda-feira desta semana por sua família depois que ele não voltou para casa naquela noite".

Mais um morto

Beneke foi visto pela última vez na segunda-feira em um posto de gasolina na Avenida 14 em Joanesburgo com dois homens desconhecidos. "Meu filho agora faz parte das estatísticas onde mais um pastor foi queimado e morto", lamentou a mãe de Beneke, Elaine, em uma publicação no Facebook, de acordo com o Times Live.

Na quarta-feira, o Northcliff Melville Times informou que os assassinos de Beneke ainda estão em liberdade enquanto a polícia busca prender qualquer suspeito em conexão com o assassinato do pastor. Várias pessoas publicaram suas lamentações no Facebook e expressaram tristeza depois de ouvir sobre a morte de Beneke e sobre o tipo de homem que ele era.

Fonte: Guia-me

Governo do Paraguai rechaça ideologia de gênero: Família é pai, mãe e filhos

O ministro da Educação do Paraguai, Enrique Riera, afirmou que a Constituição do país reconhece “uma família tradicional”, formada por “pai, mãe, filhos” e disse que descartarão material que promove a ideologia de gênero e que tinha ficado do governo anterior.

Em uma recente coletiva de imprensa, Riera lamentou a “confusão” e as duras críticas que o governo recebeu depois da divulgação, através das redes sociais, de que as escolas do país ensinavam que o gênero é uma construção social, que o homem e a mulher não nasceram assim, mas que são identidades construídas, entre outros conceitos específicos da ideologia do gênero.

O ministro responsabilizou por estes conteúdos um acordo assinado entre o governo de Fernando Lugo, afastado em 2012, e um grupo homossexual chamado ‘Somos Gay’.

“No governo anterior, houve um convênio assinado com uma organização chamada ‘Somos Gay’, um convênio com a Direção de Educação Permanente. Isso gerou alguns materiais nessa época e ficaram vigentes e atualmente ainda tínhamos no site alguns desses materiais”, disse Riera.

O ministro explicou que o seu escritório “ordenou revisá-los ??porque há uma frase que causa todo o problema”, que é “onde diz literalmente que o gênero é uma construção social”.

“Quero lhe dizer que o Ministério da Educação se baseia no artigo 52 da Constituição Nacional, de uma família tradicional, de valores tradicionais, com pai, mãe, filhos: também é a minha posição e nós naturalmente respeitamos as diferentes opções, mas não as infundiremos nas escolas públicas”, manifestou.

O artigo 52 da Constituição do Paraguai afirma que “o casamento entre o homem e a mulher é um dos elementos fundamentais na formação da família”.

Riera indicou que informou ao presidente do Paraguai, Horacio Cartes, “sobre de onde veio essa confusão. Todos nós recebemos mensagens por WhatsApp, houve denúncias muito duras de alguns setores”.

Fonte: Folha Gospel


Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses